Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Sab 05 Mar 2016, 22:25

Eu me considero um fã de animes. E de animação no geral. Considero que animações tem uma vantagem inerente ao Live Action. Mas nunca vi tantos animes. Muitos fãs por aí viram centenas ou pelo menos varias dezenas. Talvez notem que eu já disse o mesmo sobre filmes, séries, e tudo mais... Fazer o que? Meus gostos são bem dispersos entre varias coisas diferentes, então nunca fico muito tempo em uma unica mídia.

Mas agora é hora de mergulhar como nunca antes nos animes! Eu já vi muitos daqueles "Top X Animes de Todos os tempos", no youtube, e em vários casos pensei como seria seguir a lista e assistir todos. Bom, decidi fazer isso, e escolhi o Top 60 de ThatAnimeSnob (Rorico),  de 2014. Um sujeito que já assistiu cerca de 2 mil animes, e que é extremamente critico e exigente. Ele tem algumas tendencias que não gosto, como desvalorizar tramas nas quais nada de importante esta em jogo ou valorizar brucutus (personagens "machões", normalmente musculosos que resolvem tudo sozinhos, coisa dos anos 80). Ele também tende a desprezar o mainstream e os animes mais recentes. Pra mim isso é positivo, porque eu queria uma lista com vários animes menos conhecidos e/ou antigos. No geral, por ser tão critico, a lista dele me pareceu a com mais potencial de ser interessante de se assistir.

E meu objetivo é assistir tudo em 2 anos. Parece fácil pro pessoal que vê um anime por dia, ou por semana, mas eu tenho outros interesses, sabe? Faço varias coisas diferentes. Além disso, alguns desses são bem longos, o que não é o caso da maioria dos animes que lançam hoje em dia.





A lista dele não é convencional. Ele divide em vários pequenos Tops para cada gênero, e apenas os 10 últimos (Top 10), seguem o esquema tradicional desse tipo de lista. Eu não vou assistir na ordem do vídeo, e sim alternar entre cada sub-divisão da lista: uma comédia, um Slice of Life, um de ação, etc... Terminando com um do Top 10, e então voltando a comédia. Certos gêneros tem mais animes que outros, e vou garantir que um gênero não venha duas vezes seguidas (exceto talvez o Top 10), então a ordem vai ser errática. 

Alias, os nomes e definições dos gêneros dele são questionáveis, mas vou ignorar isso. 

A ordem completa a seguir, conforme assisto, postarei opiniões sobre cada anime nesse tópico, e vou editar essa mensagem para transformar o nome num link:

60 - Kenzen Robo Daimidaler - Comédia
55 - Usagi Drop - Slice of Life
52 - Final Fantasy Advent Children - Ação
41 - Wixoss - Psicológico
33 - Cowboy Bebop - Ficção Cientifica
17 - Kaiji - Manly
32 - Betterman - Ficção Cientifica
12 - Grave of the Fireflies - Drama de Guerra
51 - Redline - Ação
40 - Akira - Psicológico
31 - Noein: To Your Other Self
11 - Area 88 (OVA) - Drama de Guerra
30 - Digimon Tamers - Ficção Cientifica
10 - Serial Experiments Lain - Top 10
59 - Sayonara Zetsubou Sensei - Comédia
54 - House of Small Cubes - Slice of Life
50 - Shingeki no Bahamut - Ação
44 - Sailor Moon Crystal - Magical Girl
39 - Revolutionary Girl Utena - Psicologico
29 - Dennou Coil - Ficção Cientifica
09 - Kaiba - Top 10
28 - Brigadoon - Ficção Cientifica
08 - Ergo Proxy - Top 10
58 - Cromartie High School - Comédia
53 - Planetes - Slice of Life
49 - Guyver the Biobuster Armor - Ação
43 - Full Moon - Magical Girl
38 - Penguin Drum - Psicológico
27 - Super Dimension Fortress Macross - Ficção Cientifica
07 - Haibane Renmei - Top 10
26 - Towards the Terra - Ficção Cientifica
06 - Ghost in the Shell - Top 10
57 - Detroit Metal City - Comédia
48 - Soul Eater - Ação
42 - Princess Tutu - Magical Girl
37 - Death Note - Psicológico
25 - Blue Gender - Ficção Cientifica
05 - Welcome to the N.H.K. - Top 10
24 - Zegapain - Ficção Cientifica
04 - Fullmetal Alchemist: Brotherhood - Top 10
47 - Hunter x Hunter(2011) - Ação
23 - Gunbuster - Ficção Cientifica
36 - Monster - Psicológico
22 - Tengen Toppa Gurren Lagann - Ficção Cientifica
16 - Bastard!! - Manly
03 - Neon Genesis Evangelion - Top 10
56 - Panty & Stocking With Garterbelt - Comédia
46 - Parasyte - Ação
35 - Millenium Actress - Psicológico
21 - Turn A Gundam - Ficção Cientifica
15 - Jojo's Bizarre Adventure - Manly
02 - The Tatami Galaxi - Top 10
20 - 8th MS Team - Ficção Cientifica
14 - Fist of The North Star - Manly
45 - Kill la Kill - Ação
34 - Shinsekai Yori - Psicológico
19 - Escaflowne - Ficção Cientifica
13 - Berserk - Manly
18 - Space Battleship Yamato 2199 - Ficção Cientifica
01 - Legend of the Galactic Heroes - Top 10


Última edição por Basara em Dom 19 Mar 2017, 04:38, editado 21 vez(es)
avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Tarin em Dom 06 Mar 2016, 01:50

Parece uma ideia divertida. Eu acho que não teria tanto empenho pra assistir animes de gêneros que não gosto tanto, mas por isso mesmo poderia ser interessante pra conhecer animes que eu não procuraria normalmente.

E nada como uma meta pra afastar a procrastinação! Ou fazer procrastinar mais que nunca se sentindo mal por não estar fazendo o que devia, eheheh


Última edição por Levi Gomes em Dom 06 Mar 2016, 01:51, editado 1 vez(es) (Razão : Tirar um "hehe" por razões estéticas abstratas)

_________________
~Música do dia~
Spoiler:
Projetos : GitHub
avatar
Tarin
Admin

Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/04/2015
Idade : 21
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Malkuth em Dom 06 Mar 2016, 02:50

WOW, ver 60 animes em 2 anos pra mim é algo impossível, talvez por eu não ser muito fã da coisa - orly?

"personagens "machões", normalmente musculosos que resolvem tudo sozinhos, coisa dos anos 80" captei a referência a Berserk. HUEHAUEA

- irei possivelmente procurar o mangá desses com o tema psicológico, faz mais o meu tipo - tanto o mangá quanto o psicológico -, se o anime for bom o mangá deve ser ainda melhor, certo? Veremos.

_________________
Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada. — Ayn Rand
avatar
Malkuth

Mensagens : 14
Data de inscrição : 20/02/2016
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Dom 06 Mar 2016, 03:23

Levi Gomes escreveu:E nada como uma meta pra afastar a procrastinação!

O grande risco é eu procrastinar de qualquer jeito e acabar com 30 animes pra ver nos últimos 3 meses!

@Malkuth escreveu:- irei possivelmente procurar o mangá desses com o tema psicológico, faz mais o meu tipo - tanto o mangá quanto o psicológico -, se o anime for bom o mangá deve ser ainda melhor, certo? Veremos.


Bom, não necessariamente. Ao meu ver, um anime realmente bem feito pode ficar melhor que o manga (como Hunter X Hunter). E o Top 3 ali, Evangelion, é bastante psicológico... Mas o anime é a obra original, o mangá veio depois e é considerado inferior pelos fãs, incluindo eu. 
Mas é, deve ser o caso na maioria desses. Sei que no caso de Berserk, por exemplo, o anime não durou muito, mas o manga continua ate hoje. 
Não tem nenhum anime ainda em progresso na lista, acho. Provavelmente um requisito do autor. Exceto Hunter x Hunter 2011, se é que da pra chamar aquilo de "em progresso", com os frequentes e longos hiatos do manga, que forçam o anime a parar.


Última edição por Basara em Dom 06 Mar 2016, 03:26, editado 1 vez(es) (Razão : Não tinha visto a resposta do Levi, editei para responder)
avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Malkuth em Dom 06 Mar 2016, 03:37

Hm, Hunter X Hunter sempre me interessou bastante, talvez eu comece a lê-lo, se eu realmente gostar do mangá irei partir para o anime - já que tu disse que a obra se torna mais interessante. Evangelion é o mesmo, mas pra dar uma variada, vou tentar com o anime primeiro. Valeu pelo toque.

_________________
Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada. — Ayn Rand
avatar
Malkuth

Mensagens : 14
Data de inscrição : 20/02/2016
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Dom 06 Mar 2016, 04:02

Evangelion é meu favorito. Não apenas anime favorito, Evangelion é meu favorito em termos de arte produzida pelo ser humano. Mas enquanto é praticamente uma unanimidade no oriente, é bastante controverso no ocidente. 

Tem algumas dicas que sempre dou pra quem vai assistir. Não são spoilers, mas se tu quiser ir 100% desavisado, não abra. Eu recomendaria abrir, anyway.

Dicas:
1: O anime esta lotado de simbolismo. Preste atenção nos personagens e tente entende-los, não se esforce demais pra entender o simbolismo, é bem improvável que consiga, de primeira. 
2: O anime foi punido com cortes pesados de orçamento nos episódios finais, pois mostrou cenas muito inadequadas para o horário que passava. Prepare-se para uma queda significativa na animação nos últimos episódios. 
3: Os dois últimos episódios, por conta dos cortes, acabaram não servindo muito como final. O filme "The End of Evangelion" é o verdadeiro final. É essencial assisti-lo depois da série. 
4: Evangelion basicamente criou o arquétipo do protagonista emocionalmente fraco, nos animes (e criou outros arquétipos também), muita gente não gosta disso. Atenção à dica 1, quanto a isso.

Ps: Se for assistir o anime de Hunter x Hunter, assista a versão de 2011, que é mais completa e bem feita.


Última edição por Basara em Dom 06 Mar 2016, 17:43, editado 2 vez(es) (Razão : adicionei o PS + corrigi uma palavra)
avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Malkuth em Dom 06 Mar 2016, 15:49

Esse teu spoiler me empolgou bastante, ahaha. Vou começar a ver o primeiro episódio de Evangelion agora!

PS: Realmente deve ter bastante simbolismo, acabei de ver a intro e percebi que de cara eles já colocaram a estrutura da árvore da vida cabalística!

_________________
Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada. — Ayn Rand
avatar
Malkuth

Mensagens : 14
Data de inscrição : 20/02/2016
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Sab 12 Mar 2016, 16:36

Lembrando que a intenção desses posts não é que sejam uma analise completa, e sim uma breve opinião.


60 - Kenzen Robo Daimidaler
Autor: Asaki Nakama
Editora: Enterbrain (sim, a mesma Enterbrain responsável pela engine RPG Maker)
Público Alvo: Seinen 
Gênero: Comédia erótica com mechas... É a melhor descrição.
Episódios: 12
Sinopse (fonte: AnimeAI): A comédia se passa ao redor de um garoto do ensino médio chamado Kouichi Madanbashi que tem partículas Hi-ERo, a fonte de poder para operar a arma robótica Daimidaler. Com a ajuda de Sonan Kyoko, da misteriosa organização Salão de Beleza Príncipe, ele irá enfrentar o Império Pinguim que ameaça a humanidade.


Bom... Isso foi patético. Kenzen Robo Daimidaler (Daimidaler O Robô Sonoro? Não achei tradução mais clara), é um terrível começo para esse desafio.  É um risco que eu estava disposto a correr... Se fosse pra eu adorar todos os 60 animes, não seria um desafio. E humor é algo bastante subjetivo, e eu já suspeitava que poderia discordar muito do autor da lista quanto ao que é engraçado ou não. 
Então, isso não me impediu de assistir todos os episódios e não me impedirá de continuar com o desafio. Mas isso não significa que não vou reclamar! 

Kenzen Robo Daimidaler é uma bagunça!! Bastante focado em piadas sexuais de baixo nível (alias, contem nudez, assédio sexual, e tal, se for pra assistir, escolham "onde" e "quando" considerando isso) , o anime quase nunca é engraçado. Pra piorar, as vezes tenta ser triste ou romântico, e é um fracasso ainda maior nessas coisas. A historia é repetitiva e nada impressionante e termina de maneira anti climática , os personagens não interessam (exceto os pinguins, que são divertidos, até). Como eu disse, é uma bagunça, não da pra entender bem quais eram os objetivos dos autores enquanto criavam essa série... Ela parece não se esforçar muito em nada, nem mesmo em ser "ecchi"! 

Claro, teve seus momentos engraçados aqui e ali, mas nunca arrancou mais que um "haha". Não recomendo à ninguém. É com certeza o pior anime que já assisti inteiro ate hoje... Mas claro, tenho certeza que não continuará a ser ao final dos 60.

Vale conferir o site oficial do anime, que é também uma bagunça, o que aumenta a minha confusão quanto ao que os autores tinham em mente... Fico confuso a ponto de suspeitar que isso tudo era intencional e eu deixei de perceber alguma grande genialidade oculta na coisa toda. Sei lá... Talvez se eu fosse japonês seria hilário? Algum autor japonês disse que ocidentais e japoneses riem de cenas diferentes nos animes, não lembro qual... Pensando agora, é bem possível que tenha sido uma tentativa de "tão ridículo que é engraçado", mas pra mim isso normalmente não funciona, e acaba sendo "ridículo demais para ser engraçado".

Enfim, nota 3/10. Lembrando que todas as minhas notas tendem a mudar com o tempo. Normalmente pra pior. 
Edit: Após assistir isso, minha nota de Daimidaler sobe para 4.

Eu ate gosto da musica de abertura... Mas talvez só porque não achei uma tradução.



Última edição por Basara em Sex 06 Maio 2016, 17:16, editado 1 vez(es)

_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Tarin em Sab 12 Mar 2016, 21:49

A abertura até que é boa, mesmo. Mas o site... espero que tenha alguma razão irônica pra ser do jeito que é, porque parece um site amador de 1999. Já vi alguns sites japoneses de assuntos mais... "cult", nicho, que tinham um estilo assim, na verdade, então vai saber se é alguma tendência.

_________________
~Música do dia~
Spoiler:
Projetos : GitHub
avatar
Tarin
Admin

Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/04/2015
Idade : 21
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Zé Joelho em Seg 14 Mar 2016, 10:14

O que esperava de um Ecchi? '-'

O Japão tem muita questão de sexualidade oprimida que se reflete em animes e mangás voltados exatamente para o "quase" sexo e as possibilidades sexuais imaginárias. Ecchi com mechas? Só faltou os tentáculos.
avatar
Zé Joelho

Mensagens : 23
Data de inscrição : 06/06/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Seg 14 Mar 2016, 18:10

Eu esperava que pelo menos pudesse ser engraçado. Ecchi não impediria isso. Não foi engraçado, fazer o que?

O Japão tem muita questão de sexualidade oprimida que se reflete em animes e mangás

Pronto. Assim a frase é muito mais abrangente e igualmente precisa.

_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Zé Joelho em Seg 14 Mar 2016, 18:59

hahaha Concordo com a correção da frase!

Eu nunca encontrei Ecchi com qualidade; sempre se apoiam na nudez ou semi-nudez como ponto alto dos epi. Não sou nenhum aficionado ou leitor frequente de mangá, mas já procurei os mais famosinhos como Ikkitousen e Love Hina, nenhum realmente bom.

Conhece algum?
avatar
Zé Joelho

Mensagens : 23
Data de inscrição : 06/06/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Seg 14 Mar 2016, 19:06

Não. Apenas não vejo como ecchi necessariamente impediria que seja engraçado. Parecem não relacionados, ao meu ver.

_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Zé Joelho em Seg 14 Mar 2016, 19:36

Digo isso pela minha pouca experiência com os Ecchi's. Os de comédia só utilizavam a nudez ou semi-nudez para tentar humor, os de ação deixavam pessoas nuas sem sentido, ou em uma posição ridícula, seja de corpo ou moral, os de amor... quebravam muito o clima.

Enfim, não dei sorte ainda.

Gostaria muito que visse Cowboy Bebop! Adiante-o U.u
avatar
Zé Joelho

Mensagens : 23
Data de inscrição : 06/06/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Seg 14 Mar 2016, 19:46

Cowboy Bebop esta perto na lista, pelo menos. O Gandrak quer muito que eu veja Gurren Lagann, que esta beeeem longe na lista.  
Usagi Drop é curto, Advent Children é um filme, Wixoss é curto. Então não devo demorar a chegar em Bebop.

_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Qui 17 Mar 2016, 16:00

55 - Usagi Drop
Autor: Yumi Unita (manga), Kanta Kamei (anime).
Editora/Estúdio: Production I.G
Público Alvo: Josei (raro ouvir falar desse, não?) 
Gênero: Slice of Life, comédia/drama.
Episódios: 11
Sinopse (fonte: Wikipedia): Quando Daikichi retorna para casa aos 30 anos para o funeral de seu avô, ele descobre a existência de Rin, uma filha ilegitima de seu avô com 6 anos de idade. A garota  é vista como uma vergonha pelo resto da família. Indignado, Daikichi decide adota-la ele mesmo, mesmo sendo um solteiro sem experiencia alguma em cuidar de uma criança. 


Uau! A qualidade subiu radicalmente nesse segundo anime comparado ao primeiro. Usagi Drop (erm... Bunny Drop, em inglês... não faço ideia de como traduzir em português, talvez seja uma expressão... chega, desisto de incluir traduções do nome), é uma série de anime que vai só até certo ponto do manga. O primeiro ano da vida de Daikichi e Rin juntos, pra ser mais ou menos preciso. Não leiam o manga. NÃO LEIAM O MANGA, o autor arruína  tudo no final, é um desastre. Tem um filme em live action baseado no manga também, não sei se é bom, tendo a apostar que não.  
Mas esses 11 episódios do anime são o suficiente. "Cute", é pouco. Usagi Drop é uma das coisas mais adoráveis que já vi, e tudo colabora para isso. A arte (mesmo o cenário), as animações, a dublagem, o roteiro, tudo colabora para isso. Claramente o propósito principal do anime é fazer a audiência se sentir bem, como é geralmente a intenção do gênero Slice of Life. Também consegue ser bem mais engraçado que a suposta comédia que vi anteriormente. E eu digo isso tudo como alguém que nunca se impressiona com historias de amor parental... 


Certos problemas da sociedade japonesa ocupam o espaço como os principais conflitos da história. Toda a questão de imagem familiar, excesso de trabalho e como isso atrapalha a vida familiar, e como alguém com filhos vai estar em grande parte sacrificando sua carreira (um dos motivos da baixíssima taxa de natalidade atual no Japão e o envelhecimento da população), etc. É sempre interessante ver essas coisas num anime, mesmo que não seja feito como crítica. 

Não deixa de ter alguns problemas. Alguns pontos dramáticos que o anime chega a focar em certos pontos não chegam a causar muita preocupação (um resfriado, a mãe de Rin, etc), e por isso acabam meio entediantes ou cringeworthy (causa "vergonha alheia"). Já que o anime se interrompe na metade do que seria o manga (antes de um timeskip), ele parece terminar muito abruptamente e sem resolver algumas questões abordadas no decorrer do anime (a mãe de Rin, a relação entre Daikichi e Yukari, os novos personagens adicionados nos últimos episódios que mal chegaram a ser usados).  Além disso, fica muito obvio o quanto o autor se esforça para fazer Rin parecer a filha perfeita, o que adiciona um aspecto irrealista forte na coisa toda.

Anyway, estou me perdendo aqui, melhor terminar logo. 8/10. Lembrando que todas as notas podem cair. Espero que seja uma melhor representação do que esta por vir do que o anterior. 

Edit: a altura de Sailor Moon Crystal, a nota de Usagi Drop sobe para 9/10.


Outra boa abertura. "Cute" também. Não consegui uma versão sem a borda ao redor, o Youtube caçou as outras, pelo jeito. 



Última edição por Basara em Qui 22 Dez 2016, 02:08, editado 2 vez(es)

_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Sex 25 Mar 2016, 03:18

52 - Final Fantasy VII: Advent Children
Autor: Tetsuya Nomura
Editora/Estúdio: Square Enix
Público Alvo: Shonen
Gênero: Ação, fantasia.
Episódios: 1, é um filme
Sinopse (fonte: Wikipedia): Advent Children se passa dois anos após os eventos de Final Fantasy VII e foca na aparição de um trio que sequestra crianças infectadas com uma doença misteriosa (Geostigma). O antigo herói de Final Fantasy, Cloud Strife, sofrendo com a mesma doença e enfrentando fantasmas do passado, persegue o trio em busca de resgatar as crianças.

É um filme. 3D. Sim, conta como anime, porque ainda é uma animação e segue padrões artísticos de animes. É um filme bonzinho, nada que se destaque. Eu imagino que é bem provável que um fã do jogo possa aproveitar esse filme muito melhor que eu, entender muitos mais detalhes, sentir muito mais empatia pelos personagens, etc. Mas eu não fiz isso, qualé, essa lista de 60 animes já é desafio o bastante, não vão querer ainda que eu gaste muitas horas num JRPG, vão? Ainda assim, da pra entender bem. Não tem muita historia pra entender, é tudo bem simples, e nenhum conhecimento significativo sobre o jogo é necessário.
 
O filme é bem mediano. Pontos positivos e negativos. O primeiro e mais obvio ponto positivo é o quão ridiculamente bonito o filme é, sendo uma animação 3D não-cartunizada, DE 11 ANOS ATRÁS, e não envelheceu tanto. Toda a movimentação também é ótima. Esse tipo de coisa que me faz imaginar como seria (e será, espero), se a animação 3D fosse usada pra historias de outros gêneros, em vez de apenas comédias familiares cartunizadas, como temos bastante no ocidente. Tanto potencial a ser utilizado ainda! Fora isso, o filme tem ação bem coreografada, e de cena de combate entre Tifa e Loz é muito boa, um dos pontos altos do filme, se não o mais alto. A cena final do filme me pareceu bem comovente pra mim, de trazer lagrimas aos olhos e tudo mais, mas talvez tenha sido algo mais pessoal, não sei se afetaria outros.

No entanto... Já existem alguns sinais disso na luta entre Tifa e Loz, e depois fica bem mais drástico: a câmera se move de maneira ridícula em várias das cenas de ação. Não tão ruim quanto em muitos filmes de ação hollywoodianos, mas já basta pra denegrir da qualidade da ação. Além disso, o filme acaba tendo ação demais após a metade, e acaba ficando repetitivo, perde-se o interesse. O filme também não tem uma historia muito interessante, tem uns Deus Ex Machina fortes depois da metade, e exceto pelo Cloud, nenhum outro personagem tem qualquer desenvolvimento ou construção. 

No fim, faz ate que bem o que se propôs a fazer: ação 3D visualmente impressionante. Mas os outros detalhes denigrem um pouco enquanto os pontos positivos não são tão impressionantes a ponto de compensar por eles. No fim, é pouco mais que mediano. 6/10. Ainda é uma continuação decente pra lista. 

edit: A altura de "Betterman" acabei decidindo baixar a nota de 5/10.


É um filme, não tem abertura. Peguem trailer:

Sério, vejam isso! Da pra notar que é velho e ultrapassado, mas ousariam dizer que tem 11 anos?!



Última edição por Basara em Sab 28 Maio 2016, 20:19, editado 1 vez(es)

_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Seg 28 Mar 2016, 20:08

41 - Wixoss
Autor: Takuya Satô (direção), Mari Okada (roteiro)
Estúdio: J.C.Staff
Público Alvo: Seinen
Gênero: Psicológico, jogos.
Episódios: 12 (Selector Infected Wixoss), 12 (Selector Spread Wixoss), 1 filme (Selector Destructed Wixoss). Total de 24 episódios e um filme. 
Sinopse (fonte: MyAnimeList): Wixoss é um CCG popular entre garotas adolescentes. Nele existem cartas "LRIG" ("girl" ao contrario, notou?), que possuem vontade própria e vozes, mas só podem ser ouvidas por raras jogadoras humanas chamadas Selector. Selectors podem batalhar entre si para ganhar a chance de ter um desejo seu realizado. Kominato Ruko é a mais recente garota a se tornar uma Selector, com sua LRIG Tama, mas Ruko não tem nenhum desejo que queira realizar. 

Ok. Wixoss (Wicross, seria a pronuncia), é bem mais complexo e comprido que os itens anteriores da lista, então pela primeira vez serei forçado a comentar spoilers. Mas não se preocupem, tais spoilers estarão devidamente ocultados pela função de spoilers que temos aqui no fórum. 
Então... É um anime sobre um jogo de cartas, não? Sim.
Que nem Yugioh, certo? Não... Com certeza não.
De fato, Wixoss da muito pouca atenção ao jogo em si, nem sequer se dando ao trabalho de explicar como ele funciona. Após o terceiro episódio eu pesquisei as regras e aprendi o jogo, e o anime parece seguir devidamente as regras, mas o jogo realmente não é o foco. É nada mais que um método usado pelo roteirista para progredir com a historia e desenvolver os personagens. O anime não é promocional para o jogo de mesmo nome, e ate passa a ideia (especificamente nas batalhas Selector), de que o jogo é uma coisa horrível que destrói a vida das pessoas, por divertido que seja. Não apenas de quem perde, como naqueles duelos apostando a alma, em Yugioh, mas também de quem vence. 
Então as comparações com Yugioh acabam aqui, são coisas completamente diferentes. 

A primeira temporada começa ate bastante inocente e simples. São garotas lutando para realizar seus desejos com magica, ou algo assim. A protagonista não sabe o que desejar, simples assim. Mas já tem algumas dicas (cenas surgem em flashes na tela), tem que algo mais sinistro se aproxima. A altura do 6º episódio tudo já esta muito diferente, e o anime mergulha numa sequencia infernal de acontecimentos que vão torturando cada vez mais as personagens. E simplesmente não para nem alivia ate os primeiros episódios da segunda temporada, pelo menos. No geral é tudo bastante bem feito, o drama é crível, os súbitos ataques de dubstep não incomodam (ate que ajudam a criar tensão). Terminei a primeira temporada pronto pra dar um 8. 

Aí veio a segunda (Selector Spread Wixoss)... Tsc. Ela começa muito mais devagar, e continua num ritmo lento ate os poucos últimos episódios, aí tudo fica acelerado demais, e acabam não concluindo bem algumas coisas. Como fizeram isso? O ritmo da primeira temporada estava ótimo, poxa! Mas não, quiseram gastar mais tempo fazendo os personagens repetirem o mesmo exato medo de batalhar que já haviam superado antes, mesmo quando estão tão determinados a resolver uma certa situação e batalhas Selector são a unica maneira conhecida de faze-lo. Uma antecipação significativa foi criada em torno de uma nova personagem que acabou não influenciando a historia em quase nada e aparecendo muito pouco. O final foi tão apressado que ficou um tanto confuso, e o destino de certas personagens não ficou claro no final. Ainda é no geral positiva, no entanto, mas baixou o total de minha nota para o anime. 

Uma falha comum às duas temporadas é a quantidade de vezes que batalhas foram interrompidas sem necessidade (não faria mal que um dos envolvidos perdesse naquele contexto, ou teria ate sido positivo pra historia). Bastante anti-climático. Ah! E Hitoe é um bocado entediante... Também existem algumas ocasiões em que um personagem deixa de revelar alguma informação super importante sem aparente motivo (especialmente você, Midoriko!). 

Pra compensar, em ambas as temporadas Akira é interessante, mas especialmente na segunda. E Yuzuki também, apesar de que numa escala menor. 

O filme saiu recém mês passado no Japão. Acho ate que ainda esta em cartas em algumas salas lá. Já que não é um anime famoso, eu não achei praticamente informação nenhuma sobre o que o filme trata, se responde algumas das questões remanescentes, etc. Nem mesmo uma sinopse eu achei, e os teasers não revelam nada. Verei o filme quando puder encontra-lo, talvez em alguns meses, aí faço uma atualização nesse post.

Podem esperar muitas edições antes disso, mesmo. Pois eu não me preparei decentemente, em futuros animes mais complexos, vou tomar o cuidado de fazer anotações no decorrer. Provavelmente as edições serão "adicionar mais coisas nos spoilers".

Final da primeira e primeiros 2 ou 3 episódios da segunda temporada:
Foi um tanto ridículo como o desejo revertido de Hitoe foi desfeito sem explicação clara. É sempre assim, temporário, ou algo que de pra desfazer sobre certas condições? Não explica.

Episódio 12, segunda temporada:
- Sério? Bom, era meio que de se esperar... O poder da amizade resolveu as coisas no final.
- O que aconteceu com Akira, maldição? Como ela é subitamente amiga de Iona?
- O que aconteceu com Yuki, maldição? Mostraram Tama e ignoraram ela no epilogo, por que?
- Porque exatamente Mayu estava naquela situação em seu quarto pra começar? Gostaria de saber mais sobre ela.
- Não tenho problemas com tudo sendo resultado da imaginação de Mayu, francamente. Achei perfeitamente aceitável.
- A execução de Ulith foi uma das mortes mais horríveis que já vi em qualquer trabalho de ficção. Não no sentido de mal feito, mas nos sentido de te fazer sentir mal ao ver. Foi tão súbito, rápido e cruel.


Nota: 8 para a primeira temporada. 6 para a segunda. 7 para o total. 

Primeiro anime que vejo nesse desafio que chegou a ter intros diferentes. Vou deixar só a primeira. Gostei dessa, e do primeiro encerramento também. A segunda abertura não é nada que chame atenção.



Última edição por Basara em Dom 29 Maio 2016, 17:50, editado 5 vez(es) (Razão : adicionei o primeiro spoiler)

_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Tarin em Ter 29 Mar 2016, 02:45

Parece bem interessante, ainda mais porque é o meu gênero preferido, acho? Pelo menos dos da lista. "Pessoas alegres bonitinhas entrando em situações extremas e grotescas(e revelando ser um tanto extremas e grotescas elas mesmas)"

A abertura é bem boa, fora a música se chamar "killy killy JOKER"...

_________________
~Música do dia~
Spoiler:
Projetos : GitHub
avatar
Tarin
Admin

Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/04/2015
Idade : 21
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Sab 16 Abr 2016, 15:31

33 - Cowboy Bebop
Autor:  Shinichirô Watanabe
Estúdio: Sunrise
Público Alvo: Seinen
Gêneros: Ação, aventura, comédia, drama, faroeste espacial.
Episódios: 26 + 1 filme.
Sinopse (fonte: MyAnimeList): No ano 2071, a humanidade colonizou vários dos planetas e luas do sistema solar, deixando para trás a inabitável superfície da Terra. A ISSP (Inter Solar System Police) tenta manter a paz, em parte com a ajuda de caçadores de recompensa também referidos como "cowboyes". A série segue as aventuras de um grupo desses cowboys, e aos poucos revela o passado misterioso de cada membro do grupo.




Cowboy Bebop é um imenso aglomerado de referencias a cultura ocidental em forma de anime. Especialmente filmes e musicas. E que musica; sem duvidas a melhor parte da série. Uma trilha sonora variada a ponto de que poucas musicas surgem mais de uma vez no decorrer da série toda, e mudam tanto em tom e estilo entre si, ao mesmo tempo que ainda conseguem combinar com cada cena nas quais estão. Não tem quase nada que sequer lembre da cultura japonesa nessas musicas, o que é um indicativo do esforço que fizeram pra se basear em cultura ocidental para Cowboy Bebop. Não é a toa que é um daqueles clássicos animes pra iniciantes no ocidente. 

Também gostei da ação, o que é significativo, já que tipicamente não gosto da ação básica de tiroteios de filmes ocidentais, e Bebop certamente tentou emular isso. O fato é que não era só isso, foram cenas bem mais complexas e criativas que tiroteios, a coreografia é ótima, e obviamente a animação e a musica são os principais fatores pra tornar tudo empolgante.  

E é em animação e musica que Bebop acerta melhor, mesmo. Francamente, a animação parece muito avançada pra época. Todo o aspecto audiovisual da série é realmente excelente. O resto eu diria que é no máximo "bom". 

Ok, apesar de inicialmente não levar os personagens a sério (exceto Ed, que achei ótima desde o inicio), eu comecei a gostar deles e me importar com o que iria acontecer com eles no decorrer (exceto Jet, que achei péssimo ate o final... 50% de exceções, ok). A série é totalmente episódica, com cada episódio sendo uma espécie de pequeno filme, com sua própria aventura e recompensa para perseguir, mas com o tempo o passado dos personagens vai sendo explorado aqui e ali, e acabei gostando mais deles. A questão é que não tem como gostar muito deles (exceto Ed, again), pois quando não estão em ação ou lidando com questões do passado eles não tem nada a oferecer. As relações entre os membros do grupo são de indiferença na maior parte do tempo... e por mais que a série reconheça e tente justificar isso, acaba prejudicando muito os personagens, ao meu ver, tornando-os menos humanos e críveis. 

Quando à trama... ou tramas, não da pra dizer muito, justamente por ser tudo tão fechado em episódios. Ok, ate tem alguns conceitos e premissas interessantes em alguns dos episódios, mas um episódio não é o bastante pra desenvolver aquelas ideias a ponto de torna-las fascinantes (na verdade, provavelmente é, mas a série foca em outras coisas), e as duas ou três questões de longo prazo que acompanham o anime são muito simples e ignoradas quando não são o foco do episódio.

No geral, fica obvio que Cowboy Bebop foi feito pra ser um espetáculo para os sentidos e para trazer sensações de empolgação com as aventuras de cada episódio. E faz isso muito bem, mas eu não consigo não considerar a coisa toda simples demais, então não chega a ser nada marcante pra mim. 

Hmm... Muita, muita duvida sobre a nota. 7? 8? Acho que vai ficar 7 mesmo, mas como sempre digo... notas estão sempre sujeitas à mudança. E francamente? notas não importam mais do que os parágrafos que as precedem. 

Apesar de tudo, Cowboy Bebop é um daqueles grandes clássicos, cujo nome vai alem da esfera dos fãs de anime, e normalmente se espera que todo mundo assista.  Junto com Ghost in The Shell, Akira, Evangelion, e alguns filmes da Ghibli. 

Sério, tem umas musicas incríveis nessa trilha sonóra

Após assistirem a série toda (pois o que vou sugerir tem spoilers), pode ser interessante ver o vídeo que CartoonHangover fez com curiosidades a respeito de Cowboy Bebop. Aqui.

E, finalmente, a abertura:


_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Sex 06 Maio 2016, 17:15

17 - Kaiji
Autor: Yūzō Satō
Estúdio: Madhouse
Público Alvo: Seinen
Gênero: Jogos, psicológico, thriller.
Episódios: 26 (Gyakkyō Burai Kaiji: Ultimate Survivor) + 26 (Gyakkyō Burai Kaiji: Hakairoku-hen) = 52
Sinopse (fonte: MyAnimeList): Itou Kaiji é um fracassado que gasta seus dias bebendo e roubando calotas -  isto é, ate que ele acaba sendo enganado por seu antigo colega de trabalho. Incapaz de pagar as dividas recém-adquiridas por si só, Kaiji aceita um acordo suspeito de participar de uma aposta ilegal num cruzeiro. Isso acaba sendo nada mais que o começo de sua nova e infernal vida - sendo jogado em uma montanha russa de jogos mentais, trapaças e enganações.

Após assistir Kaiji, eu estou aumentando a nota de Daimidaler de 3 para 4.

Eu pretendia me esforçar pra manter um ritmo de 5 animes por mês nesse desafio. Supostamente eu só preciso de 2,5 por mês pra concluir o desafio no prazo limite. Animes como Kaiji são exatamente o motivo de eu tentar me manter a frente do prazo. Com poucos dias de atraso, eu consegui os 5 animes no primeiro mês. No segundo mês, foi apenas Kaiji. 52 episódios torturantes. Felizmente, ainda estou numa média de 3/mês.

Eu não acho que eu tenha qualquer coisa a elogiar a respeito de Kaiji. A unica coisa que vai me impedir de dar uma nota pior ao final é o conhecimento de que obviamente existem animes piores, e o fato de que meus próprios gostos com certeza influenciaram em meu desgosto dessa série.

Primeiro, trata-se de um anime sobre jogos de azar, acima de tudo. Teve um arco no meio da primeira temporada que não se encaixava nisso, mas fora isso tudo mais é jogos de azar. É um tema que simplesmente não me interessa, Salty Bet é o mais longe que vou no que se trata de apostas em jogos baseados no acaso, e isso porque os resultados do Salty Bet são mais previsíveis quanto mais se entende do assunto, em vez de completamente aleatórios.
Kaiji adiciona varios truques, trapaças e jogos de lógica por cima desses jogos de azar, tentando criar vibes de Death Note, mas não basta pra tornar a temática interessante. É tudo feito com um drama forçado e um narrador escandaloso repetindo a mesma frase 5 vezes seguidas sem motivo algum. E é muito previsível. Depois de um tempo, eu simplesmente me acostumei a esperar que algo daria errado para o protagonista, e se na verdade desse certo não era uma surpresa agradável porque eu sabia que logo depois algo reverteria ou pelo menos anularia o sucesso do protagonista. Na segunda temporada, isso acaba diminuindo, provavelmente porque a situação ficou tão horrível que não havia mais espaço para piora-la e ainda poder continuar a historia.

Tudo é tão lento. Especialmente na primeira temporada, provavelmente ainda sofrendo das tendencias dos anos 2000 de prolongar os animes o máximo possível. Na segunda temporada isso melhora muito a princípio, mas logo chega o segundo arco, que se estende impossivelmente ate o final da temporada, com episódios nos quais NADA acontece.

O anime em certos pontos se mostra capaz de te motivar a continuar através da curiosidade sobre como o protagonista vai inevitavelmente se ferrar, ou qual vai ser o plano genial dele pra se dar bem antes de inevitavelmente se ferrar.  Mas essa curiosidade nunca é recompensada, nunca é satisfatório como algo é revelado ou concluído.

Existem 3 personalidades no anime nos quais todos os personagens se encaixam: sujeito sádico, frio e calculista; sujeito patético, estupido e medroso, e o protagonista Kaiji, que alterna entre os dois primeiros tipos...  Talvez de pra considerar que o velho (cujo nome não lembro), tem uma personalidade diferente, mas acaba sendo só uma versão mais exagerada do primeiro tipo.


Eu não gostei de Kaiji, notaram? Honestamente, não consigo elogia-lo. Mas sei que é bem popular com algumas pessoas e tem ate notas altas em alguns sites, então talvez a temática de jogos de azar e os personagens básicos tenham me afastado mais do que afastariam outras pessoas.

Anyway, não ligo. A primeira temporada merece 2. A segunda merece 3. Média de 2,5. Não quero notas quebradas nesse desafio.

Arredondo para 2. Provavelmente a nota vai subir um ponto futuramente, quando eu esquecer a incrível frustração que esse anime me fez passar, e conseguir analisar alguns pontos mais claramente.  

edit: esqueci de mencionar que o estilo artístico seria tolerável numa comédia, mas não acho que encaixe em algo que, pelo que eu lembre, não tem nenhuma piada.

Ah, existe um manga, que vai alem do anime. E 2 filmes live action, que são uma versão alternativa das duas temporadas de anime.

E aqui, a abertura:


_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Tarin em Sex 06 Maio 2016, 23:18

O estilo artístico é bem bizarro mesmo, pra um anime "serio". Ah, e é o primeiro anime "Manly" da lista tambem, né? Parece um mau começo pra um gênero que eu já esperaria pouco mesmo antes de começar, lol.

_________________
~Música do dia~
Spoiler:
Projetos : GitHub
avatar
Tarin
Admin

Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/04/2015
Idade : 21
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Sab 28 Maio 2016, 20:11

32 - Betterman
Autor: Yoshitomo Yonetani
Estúdio: Sunrise
Público Alvo: Shounen (primeiro da lista!)
Gêneros: Ação, aventura, drama, comédia, horror, mistério, psicológico, mechas, ficção cientifica (pois é, tudo isso).
Episódios: 26
Sinopse (fonte: MyAnimeList): Uma ameaça de natureza desconhecida chamada "Algernon" esta atacando a humanidade. Na linha de frente da batalha contra Algernon esta misteriosa Akamatsu Industries -  Disfarçada como uma fabrica de maquinas pesadas em Tokyo,  a organização usa armas com aprimoramentos neurais chamadas "NeuroNoids" para combater Algernon, contando também com a ajuda do misterioso mutante conhecido apenas como "Betterman".

Vou começar o texto com isso.

Betterman foi quase tão difícil de assistir quanto Kaiji. Por um lado não tem tantos defeitos quanto Kaiji, mas por outro não tem nenhum fator de curiosidade para me instigar a continuar assistindo. Era difícil assistir mais que um episódio por dia porque eu simplesmente não me interessava.

Provavelmente o que mais me chamou atenção e chegou perto de ser interessante foi o comportamento dos personagens. Não os Bettermen, mas o pessoal da Akamatsu Industries, incluindo os protagonistas. De alguma forma os escritores conseguiram fazer com que esses personagens fugissem da maioria dos cliches e se comportassem de maneira inesperada, E AINDA ASSIM serem entediantes. Em muitos momentos eu esperava que um personagem agisse de certa maneira ou falasse algo especifico porque eu estava acostumado com cenas parecidas em outros animes... Mas então a cena seguia de maneira diferente, mas ainda chato. Se personagens humanos eram mais como pessoas reais, mas não pessoas reais interessantes...

Exceto o personagem principal mesmo, Aono Keita. Ele tinha seus momentos de ser surpreendente e chato como os demais, mas na maior parte do tempo ele é um gigantesco e sem graça alivio comico, sendo escandaloso e desastrado, no que me pareceu algum esforço sádico dos autores de arruinar todas as cenas sérias ou tensas com comédia boba. Não me importo que haja comédia e horror na mesma série, me importo que haja um protagonista pateta cambaleando em quase todas as cenas, não importando atmosfera do momento.

A trama principal é lenta, o anime podia ter sido mais curto (metade). Evangelion ainda era recente na época e Betterman parece ter recebido influencias disso em seus temas (evolução humana, divisões incertas entre ciência e sobrenatural), e seus métodos (explicações incompletas e crípticas que aos poucos vão servindo como dicas para entender o que esta acontecendo, exceto que eles não parecem dar dicas o bastante pra garantir que alguém entenda ate poucos momentos antes de eles simplesmente explicarem tudo). "Monstro da semana" é um artifício que ocorre varias vezes, e alguns desses monstros são interessantes (destaque para as minhocas), outros não.

Existem uns 5 personagens que não são do grupo principal de heróis que passam a série toda surgindo do nada pra salvar os heróis no ultimo momento. Acho que 75% ou mais dos conflitos da série toda são resolvidos assim. Não me importo que os personagens principais não sejam tanto do tipo heroico, ate gosto disso... Mas também não precisavam ser todos donzelas em perigo, certo?

Anyway, apesar disso o anime não é particularmente frustrante de assistir. Não é uma tortura nem nada. Acho que merece um 4/10. E aproveito pra descer a nota de Final Fantasy VII: Advent Children de 6 para 5.

Curiosidades:
Parece que compartilha o mesmo universo do anime "GaoGaiGar", apesar de que pelo jeito não tem muito em comum. O que é GaoGaiGar, você me pergunta? Sei lá, nunca ouvi falar antes.
Betterman foi o anime mais obscuro da lista ate agora. Ao ponto de que não consegui legendado em português, apenas legendado em inglês.

A abertura... Não sei se foi parte da tentativa de torna-lo um anime exótico ou se eles simplesmente não queriam se esforçar.


_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Sab 11 Jun 2016, 04:51

12 - Grave of the Fireflies
Autor: Isao Takahata
Estúdio: Ghibli
Público Alvo: Seinen
Gêneros: Drama, histórico.
Episódios: É um filme.
Sinopse: Grave of the Fireflies (Tumulo dos Vaga-lumes) é a história de Seita e sua irmã mais nova Tetsuko, duas crianças tentando sobreviver no Japão devastado, durante os meses finais da Segunda Guerra Mundial.

Desculpem pelo atraso. Faz mais de uma semana que já assisti esse filme, Redline, Akira e Noein. Tecnicamente cumpri a meta de assistir 5 animes do mês passado, mas andei enrolando pra de fato postar a respeito deles.

Esse é o segundo filme do famoso estúdio Ghibli (1988), e provavelmente o que mais destoa do que as pessoas normalmente esperam do estúdio. É um drama de guerra, afinal.

E é sim um bom filme, mas nada impressionante. No fim a trama e a historia são simples demais pra eu realmente me envolver. Faz sentido que seja assim já que é uma retratação de uma das piores situações pelas quais um ser humano pode passar, e se passa num evento real  e ainda relativamente recente na memória cultural da humanidade. Mas se resume a isso, um filme triste e bonito, que não me afetou particularmente, mas talvez afete muito mais outras pessoas.

A animação é ótima, mas não chega a ser surpreendente pra época, considerando que é um filme e teve um bom orçamento. Não muito a falar sobre isso.

Mas vamos ao principal: por que não me afetou tanto? Bom, eu simplesmente não me apeguei muito aos personagens. Você pode dizer "Mas são crianças, sofrendo e com fome em meio à guerra!", mas não, não são. São desenhos em sequencia numa tela, e se esses desenhos não recebem traços de humanidade o suficiente, torna-se mais difícil empatizar com eles. As personagens são crianças, o que torna difícil ou impossível adicionar complexidade às personalidades delas, e tal complexidade é justamente uma das melhores maneiras de fazer personagens parecerem humanos. Eu apostaria que eu seria muito mais afetado pelo filme se os personagens fossem mais velhos, com vidas mais detalhadas e completas.

Se eu não consigo sentir tanta humanidade nos personagens, eu ainda poderia sentir o que sentem ao entender e me identificar com a situação pela qual estão passando. Eu eu posso, mas novamente: nem tanto. Eu nunca estive numa guerra, e eu nunca experimentei de nada como o forte orgulho de Seita, que ele poe como prioridade acima da sobrevivência de si próprio e de sua irmã. Eu posso entender que alguém cometa tais erros, especialmente tão jovem, mas eu não posso me identificar com isso. Se o personagem tivesse em algum momento demonstrado questionar as próprias decisões, talvez seria mais fácil apagar a pequena voz na minha cabeça que dizia "este garoto esta sendo um idiota".

"Mas Basara, situações como a do filme certamente aconteceram de fato nessa guerra, e em muitas outras". Verdade, eu sei disso. Eu justamente já sei disso, e já me compadeci das vitimas da guerra em outras ocasiões no passado. Eu já refleti sobre o assunto, já tive acesso a outras obras que o abordavam, então não houve choque significativo pra mim.

Então, eu gastei quase todo esse post tentando explicar porque o filme não me afetou tanto... O que é isso, algum estupido medo de ser julgado como insensível pela internet? Bom... Meio que é isso sim. Eu achei o filme um pouco comovente, mas já vi filmes mais comoventes, e achei que seria bom explicar porque esse não me causou uma impressão tão forte (foi mais forte nos primeiros minutos, mas logo passou, acho que porque a violência em si diminuiu). Mas teve outro motivo: Encher linguiça.

Desculpem, mas é um filme simples com uma trama simples e personagens simples. É bonito, interessante e deprimente ate certo ponto, mas é só isso. Não tem realmente muito o que falar a respeito. Eu tinha que focar demais em algum aspecto pra ter algo de útil pra falar.

Ainda assim, acho provável que muita gente ache esse filme mais emocionante que eu. Simplesmente não me afetou muito... "cada um cada um", sabe?

Anyway, esse filme é um 6/10. As notas sempre podem mudar, mas eu duvido que essa vá. É bom, mas nada que se destaque, e fácil de esquecer.

Trailer:

_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Lain em Qui 16 Jun 2016, 01:30

51 - Redline
Autor: Takeshi Koike
Estúdio: Madhouse
Público Alvo: Seinen
Gêneros: Ação, carros, ficção cientifica, esportes.
Episódios: É um filme. De novo.
Sinopse  (fonte: MyAnimeList): Num universo cheio de aliens, apenas um corredor pode ser o melhor. Apenas um vai vencer a maior corrida de toda a galaxia, a Redline. A Redline desse ano será especialmente perigosa, pois ira se passar no planeta roboworld, com seus militares agressivos e criminosos que pretendem usar a corrida para seus próprios fins.

Redline é outro difícil de falar a respeito. O motivo é que é muito, muito simples. Vários dos personagens parecem interessantes, mas são pouco explorados. O mundo parece interessante, mas é pouco explorado. A trama é linear e não inspira quase nenhum momento de raciocínio por parte da audiência. O que torna Redline bom, então? Pois é, de fato, um bom filme, com uma excelente animação.

Vejam bem; eu sou normalmente a ultima pessoa que ia me importar com um filme de corrida automotiva cheio de tiros e explosões exageradas. Eu não suporto Velozes e Furiosos. Mas Redline faz tudo isso simplesmente bem demais, a ponto de compensar em boa parte sua simplicidade. E grande parte disso vem da arte, que a principio parece um pouco estranha, mas logo você se acostuma e ela é linda. Foram 7 anos de animação feita a mão para chegar a esse resultado, e valeu a pena, já que muitos diriam que faz o filme valer a pena por si só. A trilha sonora não é nada espetacular, mas encaixa muito bem em tudo.

A trama se inicia com uma cena longa de ação, seguida de um longo período de calmaria, que por sua vez é seguido de uma cena de ação que dura todo o resto do filme. Apesar de que a maioria dos elementos através dos quais essa ação é executada (golpes, armas, etc) não são particularmente criativas (com a exceção de certas criaturas mais ao final, que são incríveis ), muitas facções envolvidas e uma boa variedade de situações impedem que a coisa toda fique repetitiva e entediante... Ah, claro, a animação provavelmente foi essencial nisso também... The pretty colors!

A simplicidade acaba tornando o filme facilmente esquecível, claro. Eu lembro da animação, mas já esqueci vários elementos do filme e tive que rever partes pra fazer esse texto. Sobrou uma curiosidade sobre o universo em que esse filme se passa, claro. Eu ate jogaria um vídeo game de corrida que se passasse nesse universo.

edit: vale mencionar que a série de 4 OVAs "Trava Fist Planet" se passa nesse mesmo universo e compartilha alguns personagens com Redline.

Já mencionei que a animação é realmente boa?

Erm.. Vai ser uma conclusão estranha, acho que sai de ritmo aqui, mas dane-se. Vou dar um 8 (com muitas chances de cair, pois eu tive MUITA duvida sobre essa nota). É provável que pessoas com mais tolerância pra ação pura gostem muito mais desse filme que eu, e pessoas com ainda menos tolerância que eu odeiem esse filme.
Edit: já baixando a nota pra 7. Pouco mais de 24 horas apos o post. Rápido, né?

Trailer:



Última edição por Basara em Seg 20 Jun 2016, 06:01, editado 1 vez(es) (Razão : corrigindo parenteses)

_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Lain
Admin

Mensagens : 134
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Auto-Desafio: 60 Animes Em 2 Anos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum