Indie ontem. Triple A amanhã.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Indie ontem. Triple A amanhã.

Mensagem por Tomate em Seg 15 Fev 2016, 22:40

O ciclo é infinito: estúdios grandes fecham suas portas e estúdios indies assumem o lugar. E o ciclo vem aumentando cada vez mais nos últimos 10 anos.

Desde que os games passaram de apenas jogos para divertimento e viraram máquinas de entretenimento, as empresas que fazem games Triple A (games com alta produção, alto custo e alta visualização) tem investido cada vez mais nesse tipo de jogos. Mas para games como esse darem certo, precisam de investimentos caríssimos e inimagináveis para qualquer pessoa. Para tomarmos uma base de quão alto estão os investimentos de games, o último GTA saiu mais caro que o filme Avatar e Harry Potter 6.

Com esse monte de dinheiro saindo dos cofres, os grandes estúdios tem cada vez mais medo em arriscar novas propriedades intelectuais ou novas mecânicas de jogos, apostando sempre no seguro e no que pode dar certo. Por isso, tantas empresas grandes lançam continuações anuais de jogos consagrados (como Call of Duty, que esse ano está indo para seu décimo segundo ano de lançamento, sem pausa, com o nome da franquia) que garantirão o dinheiro ou lançam novos jogos com muitas DLCs – que são expansões do game que, geralmente, são o mesmo preço do jogo – que fazem o jogador sempre ter que investir no game.

Games como GTA V – que oferece DLCs gratuitas –  são raridade, atualmente. O novo GTA é um dos, se não o único, game que conseguiu lucrar muito mais que o esperado. Atualmente, GTA 5 conta com 54 milhões de unidade vendidas, passando de 3 bilhões de dólares para os cofres da Take Two. Mas não são todas as empresas que conseguem um lucro tão grande.
E é ai que o ciclo começa. Enquanto as grandes empresas vão amargando o risco de grandes jogos, algumas empresas indies investem bem menos em jogos – e também no marketing – mas fazem histórias novas, com prato cheio e muitas histórias. Esses games não tem um marketing tão grande quanto os jogos AAA, mas o hype criado na comunidade já é o suficiente para fazer o game vender muito mais que o necessário para a criadora se bancar e, até mesmo, bancar uma sequência. Um exemplo claro é o game Minecraft, que é um jogo indie que, atualmente, vende mais do que muitos jogos AAA. O sucesso de Minecraft é um estrondo.


E assim, empresas como Mojang tomam lugar de empresas que não consegue suprir o próprio custo e marketing de um jogo. Estúdios grandes continuarão arriscando pouco em novos jogos, e empresas indies continuarão ditando o rumo criativo dos games para que se tornem uma empresa grande.

Fontes: http://olhardigital.uol.com.br/noticia/37394/37394
http://br.ign.com/grand-theft-auto-v/6513/news/grand-theft-auto-5-vendeu-54-milhoes-de-copias
avatar
Tomate
"Lerei"

Mensagens : 28
Data de inscrição : 15/02/2016
Idade : 20
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indie ontem. Triple A amanhã.

Mensagem por Thear em Ter 16 Fev 2016, 22:39

"Vende mais que muitos jogos AAA" pra ser exato, considerando multi-plataformas, Minecraft é o terceiro jogo mais vendido de todos os tempos. E continua vendendo bem. Nas ultimas 24 horas antes de eu postar aqui, vendeu mais 9 mil copias. 
Mas não da mais pra chamar de Indie, agora Minecraft é um monstro que não para de evoluir.

Sobre o resto do teu topico... Sim, os AAA estão enfraquecendo, ficando mais raros, e frequentemente sendo fracassos, assim abrindo espaço pros indies. Eu fiz um ano de uma faculdade para desenvolvimento de jogos e praticamente todos la queriam trabalhar como independentes, e não nas grandes empresas AAA. Mais liberdade pra ser criativo, menos pressão com prazos. Mas não são só os indie que vão bem enquanto isso. Considere os AA (sim, dois As, ninguém lembra deles). Jogos que ainda tem orçamentos relativamente grandes, talvez sejam feitos por grandes empresas, mas não chegam as dezenas de milhões de dólares de orçamento, não tem todo aquele marketing gigantesco, e o publico alvo frequentemente não é o maior possível, como nos AAA, mas um nicho. O primeiro "Portal", se encaixava nisso, por exemplo. A produtora e desenvolvedora Paradox vive de jogos assim (Crusader Kings, Mount $ & Blade, Pillars of Eternity, Magicka, etc). Diferente dos AAA, os AA não estão sofrendo com limites de criatividade e orçamentos que os forcem a incluir todo mundo no publico alvo. Ainda não são tão criativos e ousados como os Indie, geralmente, mas são um meio termo saudável, e muitos dos melhores jogos sendo lançados atualmente estão nessa categoria.

A industria de jogos vai muito bem, obrigado. Exceto pelos AAA.

_________________
"A Lista":

VERLERJOGARFAZER
60 Animes em 2 AnosReleitura de "As Cronicas de Gelo e Fogo"Qualquer coisa na Lista de Desejos da Steam, quando possível Voltar a escrever em prosa
Six Feet UnderUmineko No Naku Koro Ni__Uma Wikifiction
Maratona de filmes sobre AIO incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação__Resenhas de Jogos
Qualquer coisa nessa lista______
________
________
________
________
________

avatar
Thear
Admin

Mensagens : 141
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum