Campanha Marvel - Guerra Secreta (2004)

Ir em baixo

Campanha Marvel - Guerra Secreta (2004)

Mensagem por Thear em Dom 20 Maio 2018, 03:12


Nessa segunda semana da #CampanhaMarvel aqui na A0, nós lemos "Guerra Secreta", de 2004. Não confundir com as 3 ou 4 sagas diferentes que a Marvel tem chamadas "Guerras Secretas".

É uma minissérie de 5 capítulos que a princípio parece focar em eventos bem localizados, mas ao final foi bem impactante no papel da Shield e do Nick Fury no Universo 616.

Sagas anteriores:
- A Queda


Sagas seguintes:
- Dinastia M
- Aniquilação
- Guerra Civil
-


Última edição por Thear em Dom 17 Jun 2018, 22:06, editado 5 vez(es)

_________________
O importante é reconhecer que você não sabe do que esta falando
avatar
Thear
Admin

Mensagens : 274
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 23

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campanha Marvel - Guerra Secreta (2004)

Mensagem por Thear em Dom 20 Maio 2018, 03:32

Ok, agora minhas opiniões pessoais. Com Spoilers.


Começando pelo capitulo 1, a arte me passou uma péssima impressão. Parece que tudo foi desenhado separadamente e depois colado nos quadros, e que certos desenhos foram reutilizados varias vezes. O estilo realista e sombrio reforçou minha impressão de que a comic estava tentando ser "adulta e séria" de maneira bem... adolescente (como os filmes da DC).

Tem uma cena de um agente da Shield torturando um criminoso, e eu detesto ver essas coisas em ficção que se passe no mundo contemporâneo. Não por algum moralismo ou sensibilidade, mas porque, segundo trocentas pesquisas sobre o assunto, tortura é um péssimo método de interrogação... E roteiristas parecem adorar usar, pra fazer os heróis parecerem mais "durões" ou algo assim... E desse modo acabam passando a ideia errada para a população. As pessoas estão tão acostumadas a ver tortura funcionando em filmes que pensam que é realmente tão eficiente assim.
Pra completar, em algum momento Nick Fury começou a repetir a palavra "terrorista". Ele viria a usa-la várias vezes durante essa saga. Não vejo porque. Terrorismo é um tipo bem específico de crime, um estado estrangeiro provendo armas a ladrões de banco e coisas do tipo com certeza não se encaixa.

No Capitulo 2 tempos o bom e velho Logan, o Wolverine. Sendo um babaca logo na primeira aparição. Ta certo que essa estória fez questão de ser "edgy" sempre que possível, mas o Wolverine tende a ser um babaca frequentemente e não entendo como ele é tão popular. Também podemos ver o Steve Rogers em roupas civis lendo uma National Geographic... o que meio que adiciona à sensação de que a saga esta tentando muito ser uma graphic novel séria e adulta. Fora isso, nada acontece nesse capitulo.

No Capitulo 3 temos a primeira ação de verdade. Demolidor e Homem-Aranha contra... Incinerador e Cascavel? Ok... Mas foi surpreendentemente boa, apesar de curta e simples. Não muito depois teve um quadro em que funcionários de um hospital fofocavam sobre a presença do Capitão América no prédio e... pareceu tão real e espontâneo, como uma foto tirada sem avisar os envolvidos. Estou começando a gostar da arte da coisa. Termina com um grande ataque de vilões de terceira ou quarta categoria... Até que é um pouco empolgante.

No 4, temos o Qu4rteto Fantástico. É interessante vê-los como personagens importantes. Hoje em dia eles são super secundários no 616, apesar de que talvez estejam pra voltar ao foco. Ao final, os vilões de baixo nível são usados por uma vilã mais formidável para aumentar radicalmente o nível da ameaça da situação. Curti.

Já no Capitulo 5, o ultimo, eu cansei de ver todos os vilões e soldados latverianos serem retratados de maneira quase não-humana. Eles sempre são feios e fazem caretas risonhas maléficas. Me parece uma tentativa infantil de fazer os inimigos parecerem "maus" e assim tornar menos obvio o fato de que Nick Fury claramente é o vilão principal dessa trama.
Nick Fury foi um grande babaca, deu uma de Frank Castle. Eu detesto como os demais heróis da Marvel não se dão ao trabalho de perseguir esses criminosos que se pensam heróis.
Ao final do capitulo tem mais daquelas paginas de dialogo transcrito que seriam teoricamente registros da Shield sobre conversas relacionadas aos eventos dessa HQ. Todos os 5 capítulos tiveram. Nem acredito que me dei ao trabalho de ler, pois no geral são horríveis, e uma maneira bem preguiçosa de expor mais detalhes da trama.


No geral, Guerra Secreta é bem ruinzinho, e me cansou o discursinho raivoso e infantil do Nick Fury sobre "é assim que eles aprendem".
Depois que me acostumei, acabei gostando bastante da arte, mesmo tendo rejeitado no começo. Mas isso ainda não salva a trama excessivamente "adolescente tentando soar adulto".
Essa saga teve importância pois removeu Nick Fury da direção da Shield, e Maria Hill foi posta no lugar. Hill é uma personagem com bem mais potencial, pena que isso nunca é utilizado. Fury, no entanto, é sem graça e meio genérico, então é bom vê-lo perder espaço nos holofotes do 616.


_________________
O importante é reconhecer que você não sabe do que esta falando
avatar
Thear
Admin

Mensagens : 274
Data de inscrição : 13/04/2015
Idade : 23

Ver perfil do usuário http://anomaliazero.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum